1º BPM implementa artes marciais no Dojo da unidade

Desde 2011 o 1º Batalhão da Polícia Militar, Duarte Coelho, situado em Olinda, possui um Dojo voltado para a capacitação e instrução do efetivo policial da unidade. Hoje (11), através de solenidade realizada respeitando todos os protocolos de segurança sanitária, foram implementadas artes marciais no Dojo, com o objetivo de desenvolver atributos físicos e psicológicos daqueles que estão na linha de frente no combate à violência em Pernambuco, zelando, sempre, pela paz social.

Durante a solenidade desta sexta-feira, os participantes receberam kimonos padronizados com o símbolo do Batalhão, o material foi adquirido a baixo custo através de parceiros, que acreditam na força e na transformação do esporte.

Além do Muai Thay a prática do Jiu Jitsu também foi implementada na unidade, para o Mestre Leandro Sá, faixa preta de Jiu, que é soldado e instrutor de Defesa Pessoal e Técnica de Imobilização e Algemação da Corporação, a prática do Jiu Jitsu possibilita o desenvolvimento físico e psicológico dos policiais. “A prática do Jiu Jitsu, possibilita o desenvolvimento de vigor físico, e ajuda ao desenvolvimento psicológico dos policiais militares em suas ações. Uma vez que na maioria das vezes são mediadores de conflitos mas, se necessário, terão no uso da força progressiva, a capacidade de desenvolver suas ações. Isso tem que ser treinando semanalmente, todo policial deve fazer”, disse o professor.

Além do 1º Batalhão, outras unidades da PMPE também possuem Dojos em suas sedes, como é o caso do Batalhão de Choque, Radiopatrulha, CIPMoto e BOPE. Hoje, a Polícia Militar conta, inclusive, com um campeonato desta modalidade voltado aos militares, a Copa PMPE de Jiu Jitsu, onde todos os policiais militares praticantes da arte marcial se reúnem para essa disputa. As aulas são abertas a todo o efetivo policial da Corporação.

Tamanho da fonte
Contraste